Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Governador recepciona estudantes intercambistas apoiados pelo Governo do Amapá

Por: Fabiola Gomes - 04/08/2017 - 07:59

Foto: Marcelo Loureiro/Secom

O governador do Amapá, Waldez Góes, recebeu nesta quinta-feira, 3, no Palácio do Setentrião, os quatro jovens que participaram do Programa Global Citizens of Tomorrow, em 2016, e os outros quatro alunos selecionados, este ano, para o intercâmbio. A influência mútua com os Estados Unidos acontece em virtude da parceria entre o governo do Estado, empresa British Petroleum (BP) e a AFS Intercultura Brasil.

O programa busca premiar estudantes com bom desempenho em matemática, ciências, tecnologia e outras áreas importantes para a indústria de energia. O objetivo é aumentar a consciência intercultural e o aprendizado de uma segunda língua.

Em 2016, o Záiton Cutrim, 18 anos, foi um dos jovens amapaenses que teve a satisfação de participar do programa. Ele era aluno do ensino médio da Escola Estadual Elias de Freitas Trajano de Souza, localizada no município de Porto Grande. Durante a recepção no Palácio do Setentrião, o jovem destacou que ter contato com o país de grande potência mundial foi uma experiência incrível. “Gostaria de agradecer todo o apoio dado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação, tivemos a oportunidade de conhecer uma nova cultura, trocamos experiências e aprimorarmos a língua inglesa”, afirmou.  

Este ano, ele pretende continuar sua jornada estudantil nos Estados Unidos da América, está com viagem marcada para o fim deste mês, para a cidade de Pittsburgh na Pensilvânia. O jovem que aprendeu a falar e escrever em inglês sozinho, foi aprovado no curso de Engenharia Civil na Faculdade La Roche/EUA.

Telma Rosa, representante dos pais dos jovens intercambistas, relatou que não foi fácil autorizar a ida da única filha ao país estrangeiro, mas pensando no futuro dos estudos dela e com o apoio técnico recebido, a viagem foi permitida. “Ela voltou com mais conhecimento, madura e determinada para passar no vestibular em uma faculdade nos EUA. Torço para que este programa continue realizando sonho de muitos jovens que não tem condições financeiras de custear os estudos dos filhos fora do Brasil”, afirmou Rosa.

O governador Waldez Góes falou que nada seria possível sem compromisso, responsabilidade e confiança por parte dos pais, das empresas parceiras e do empenho da equipe de educação do GEA.

“Foram muitas etapas que tiveram que ser cumpridas por parte dos envolvidos no programa. É impressionante e notável o amadurecimento dos jovens que voltaram este ano, mostrando que a oportunidade foi muito bem aproveitada. Para aqueles que ainda irão, certamente terão mais segurança com os relatos dos que passaram por esta experiência. Isso tudo mostra que os nossos alunos são capazes de alcançar patamares cada vez mais altos”, destacou o chefe do Executivo.

Novos intercambistas  

Em 2017, 46 jovens amapaenses concorreram às bolsas. Para o Estado do Amapá, foram oferecidas quatro bolsas de intercâmbio. Os quatro finalistas são do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap): Anthony Basílio Dalmácio Cordeiro, 18 anos, Elaíni Miranda Souza, 18 anos, e Mateus Pimentel Carvalho, 17 anos, do Campus Macapá, e Mayllon Andrei da Silva Farias, 17 anos, do Campus Laranjal do Jari.

Os estudantes finalistas cursarão um ano letivo do ensino médio no país norte-americano com todas as despesas pagas. Eles terão cobertura e suporte com passagem internacional, incluindo ida e volta, passagem doméstica nos EUA até a cidade onde ficarão hospedados, transporte entre casa e escola, hospedagem e alimentação em casa de família voluntária, material escolar, seguro saúde e colocação escolar.

A bolsa inclui, também, pagamento da taxa de emissão de visto americano, passagem doméstica no Brasil até o aeroporto de embarque para os Estados Unidos, além de ajuda de custo de US$ 120 por mês durante o tempo que passar fora. A viagem acontece neste mês. O AFS este ano deve enviar 50 jovens do Brasil para o programa de intercâmbio.